Voto Justificado

julho 4, 2016 11:00 am

Se o vereador e o deputado votam representando o eleitor, não deveriam justificar, um a um, cada um de seus votos.

Com a quase extinção das votações secretas, que realmente não deveriam ter espaço em um ambiente democrático, seria de se esperar que o eleitor não tivesse que ficar correndo atrás para conferir cada voto dado por seus representantes, nem tivesse de adivinhar as explicações para cada um dos votos dado.

Seria razoável se esperar, então, que cada voto dado no parlamento fosse não apenas divulgado pelos vereadores e deputados, em seus sites, mas que as razões que levaram a um ou outro voto fossem expostas, de forma clara e aberta.

Alguns argumentarão que essa evidência prejudicará negociações entre o parlamentares, que trocam votos em determinado projeto por apoio em outro, de seu interesse, mas esse tipo de prática não é exatamente o que temos de extirpar da política?

Não deveria ser necessário negociar o que é melhor para a cidade, o estado ou o país e, ao final, se houver desacordo sobre a melhor solução, que a votação seja sincera e a proposta com mais apoio seja aprovada, sem necessidade de mentiras ou trocas obscuras.

Essa a proposta a nossos representantes, que a cada votação se disponham de apresentar os votos que deram, acompanhados das explicações de sua manifestação, prestando conta a quem os elegeu, sem disfarces.

Em tempos de Lava-Jato, é importante lembrar e relembrar, a cada oportunidade, que é sempre a falta de transparência que permitirá o afloramento da corrupção e da incompetência, as pragas que destroem qualquer bom projeto ou propósito.

Comentários