Diplomação e alguns conselhos

dezembro 19, 2018 5:34 pm

 

Lucas Gonzalez e Laura Serrano,

Sou plenamente realizado politicamente esse ano, não pela vitória do Governador, porque essa é uma surpresa, um desafio e uma oportunidade incríveis, não um plano. Minha realização está na vitória de vocês dois, porque são a concretização de uma visão, de um sonho, de um propósito: a política pode ser realizada por pessoas comprometidas com ideias, que representem a novidade, que sejam exemplos de sucesso e que tenham caráter!

Hoje, na diplomação, vocês alcançam a concretização da vitória eleitoral, merecida e justa, mas quero me permitir alguns conselhos que recebi e tento praticar, ainda que nem sempre seja fácil:

1. Estejam dispostos a servir
Lembrem que vocês só tem 1 voto. Todos os outros milhares de votos que tiveram são de seus eleitores, que têm direito de cobrar e o fazem das formas mais inusitadas, às vezes colaborativos, outras vezes agressivos, muitas vezes em interesse próprio. Mas eles são os donos do mandato e merecem nossa atenção.

2. Ajam com Humildade
Vocês serão continuamente levados a acreditar que têm autoridade, mas não tentem exercê-la. É fácil permitir que a vaidade nos leve ao comportamento de soberba e ele nos engana. Não se levem a sério demais, ou vão errar por não ouvir. Cerquem-se de quem tenha condição de pontuar seus erros, pois bajuladores a vida já colocará ao seu redor.

3. Protejam a Liberdade
Não se esqueçam de que o Estado é uma ficção jurídica que, a pretexto de nos proteger, continuamente nos exige mais do que gostaríamos de dar e nos entrega menos do que esperamos receber. As soluções legais, por isso mesmo, devem ser guardadas para os pontos extremos e, em um país civilizado, o legislativo fará mais pela sociedade como fiscal do que como regulador. Duvidem, por isso mesmo, de toda boa ideia de legislar sobre a realidade e cedam apenas no limite do necessário. Legislar custa caro aos contribuintes no curto prazo e mais caro à sociedade no longo.

4. Sejam Disruptivos
Inovem, questionem e rompam com as adoecidas práticas políticas. Não precisam fazer inimigos por isso, mas não façam amigos pela conveniência do ambiente ou pelas facilidades oferecidas pelo meio. Resistam ao conforto da mesmice. Desafiem as fórmulas tradicionais.

5. Liderem pela postura 
Quando parecer impossível vencer sem comprometer seus valores, escolham a derrota. Ela é mais digna do que a vitória subserviente.

Obrigado pelo sonho que vocês representam. Sejam felizes, mas sejam também grandes e fortes, não por vocês, apenas, mas por todos nós que votamos em vocês!

Comentários